segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Revitalize Festival: Personificação do Hardcore Libertário

No último sábado (12), aconteceu o Revitalize Festival em Lages – SC. O evento foi organizado pelo Macaco Astronauta Pub e contou com a participação de quatro bandas, dentre elas, Dest’lado de Lages, Still Here de Cocal do Sul – SC, Durante a Enchente de Florianópolis – SC e a Suerte de Porto Alegre – RS.



A noite estava repleta de artes, materiais libertários, bancas de produtos veganos e merchans dos grupos presentes. O público compareceu em bom número, podendo assim prestigiar tudo o que o mesmo pudesse proporcionar.

A primeira banda a se apresentar, já era conhecida pela galera. A Dest’lado é figurinha carimbada nos eventos e festivais HC da região. Os músicos vinham de um recesso e se reuniram com intuito de tocar covers de Dead Fish, Chuva Negra, Pense, Pennywise entre outros.

Um dos maiores expoentes do HC nacional, a Still Here foi a próxima a subir ao palco, o público começou a se aproximar, lotando a parte interna do bar. O grupo que já pode se exibir em outras oportunidades na cidade, iniciou com “Não Desanime” (música da antiga Agrorockers, banda do Rodrigo), e uma sequência de sons autorais do EP “Ainda Estamos Aqui”, com destaque para “Revolta” e “Convicção”.

Meio Floripax, meio lageana, a Durante a Enchente impressionou pela qualidade e técnica apresentada. A banda tocou seis canções autorais, “Não Passarão” e “Toxicomâno” foram músicas que não puderam faltar. Outro ponto a destacar são as bandeiras sociais de minorias levantadas pelos músicos.



As mulheres mostraram a representatividade e subiram ao palco para tocar algumas canções. O público incendiou com alguns covers. Logo em seguida a Suerte expôs toda a positividade para o público. Os gaúchos simplesmente encheram os corações de mensagens através de letras poéticas e indagadoras, apresentaram a canção “Minerva” e as clássicas com destaque para “O Último Requinte Em Evidência”, “Quarenta Questões”, “Commè Bello” entre outras. 

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Revitalize Festival: Evento libertário de Hardcore em Lages – SC

O evento contará com quatro bandas, Dest’lado de Lages, Durante a Enchente de Florianópolis - SC, Still Here de Cocal Do Sul - SC e Suerte de Porto Alegre.




De Lages, a Dest’lado vai tocar o melhor dos clássicos do HC. Bandas como Chuva Negra, Rancore, Pense, Dead Fish, são influências diretas para os músicos.

A Durante a Enchente vem de Florianópolis- SC exibir o seu respectivo HC Melódico. Formada em 2016, o grupo conta com Luan Figueiró (Vocal), Carolina Cruz (Guitarra), Douglas Albuquerque (Guitarra), Pedro de Almeida (Baixo) e Gabriel Tavares (Bateria).

Novamente a Lages, a Still Here pretende inflamar o evento. Formada em 2010, os músicos são munidos por referências como H20, Face To Face, Pennywise, Strike Anywhere, Dead Fish, entre outros grupos, os sulcocalenses lançaram em 2013 o EP denominado “Ainda Estamos Aqui” trabalho este composto por seis músicas, “Natureza Selvagem”, “Convicção”, “Dia-a-dia (Revolta)”, “Herdeiros de Ganância”, “Risco” e “Spinning Piledriver (Part JP da Puredin)”.

Trazendo poesias em formas de música e mensagens positivas, os gaúchos da Suerte outra vez se apresentarão na Lajaica. O grupo fora formado em 2008 por Z (Vocal), Alequis (Guitarra e Voz), Felipe Vicente (Guitarra), Leandro Fabre (Baixo) e Thales Garcia (Bateria). A banda tem um álbum intitulado “Suerte” contendo doze faixas, “O Último Requinte Em Evidência”, “A Casa da Esquina”, “O Princípio da Igual Consideração De Interesses Semelhantes”, “Quem É Aquele Que Nada Tem”, “A Verdade”, “Mélodie”, “A Primeira”, “Quarenta Questões”, “Sobre Alma Essência e Equilíbrio”, “Comm’è Bello”, “Vida” e “O Todo”.

O fest irá contar ainda com mais atrações peculiares como o tradicional rango vegano, bancas de merchan, exposição de material libertário, cobertura de mídias e apresentação com malabares.

Dê um like nas artes e na galera que estará no evento. A Urussanga Rock Music apoia qualquer tipo de atitude e trampo independente.

A Art Delic faz decorações de festas através da pintura em tecido, string art e filtro dos sonhos.



O Atelier Amanita possui diversas formas de materiais libertários como fotografias, artesanato com recicle, pintura lycra ou camiseta através de desprendimentos de padrões e tabus.



A Punk Floyd exporá suas roupas com o propósito da contracultura e dos movimentos sociais.



A Samádhi tem a natureza como pilar principal com sabonetes 100% natural, feito à base de óleos essenciais.



O Kaue Muniz irá apresentar suas montagens de estilos grime art e de eventos.



Então venha e mostre seu lado ativista e social, apoie o underground e valorize toda a cena.

Ingressos:
20 golpes antecipados
25 golpes na porta

Início: 16 hrs



quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Nox Spiritus: Entrevista concedida ao Programa Comando Noise

Matéria cedida por Cristiano Borges da Cangaço Rock Comunicações



No último domingo (06), a banda mineira de Epic Black Metal NOX SPIRITUS, concedeu uma entrevista para o Programa Comando Noise.

O bate papo foi conduzido pelo apresentador Titio Bron Bron e estiveram presentes o guitarrista/vocalista Nocturnus Animus e o guitarrista Nazgull que falam sobre as inspirações, letras, detalhes do debut álbum "Kuthullu Surgirá", significado do nome da banda, novo álbum e muito mais.

Para ouvir a entrevista, basta visitar o link abaixo:

Formação:
Nazgull – Guitarra Base e Solo
Nocturnus Animus – Guitarra Base e Vocais
Laidrac – Bateria


Acompanhe NOX SPIRITUS através das redes:


Fonte: Cangaço Rock Comunicações

terça-feira, 8 de agosto de 2017

The Power Of Rock: O reencontro da Vizinhos da Glória

No dia 09 de setembro, uma das maiores bandas já formadas de Criciúma voltará para um show de reencontro, trata-se da Vizinhos da Gloria, grupo de Hardcore que ficou muito conhecido por seus clássicos, “Outra Vez”, “R.C”, “Entender, Recomeçar” e “Fim de Tarde”. Eles dividirão o palco com a banda Banho Maria, Skatula e Baldoínos.



Então cinco anos depois, uma das pioneiras do HC melódico ressurge para um único encontro. O disco “Por Alguém ao Lado” é considerado um dos melhores do estilo em SC. Para complementar à noite, mais três bandas, Skatula, Banho Maria e a Baldoínos. O palco deste encontro será o Colher de Chá Pub em Içara.

A banda Baldoínos foi formada em 2010 e possui um grande repertório contendo canções de Pop Rock e Rock n Roll. O grupo é formado por Rodrigo Lodetti (Vocal/Guitarra), Thiago Borges (Guitarra/Vocal), Dudu Réus (Baixo) e Mateus Benedet (Bateria).



Originária de Criciúma, a Banho Maria mescla estilos peculiares como Samba, Soul e Rock. Em 2016 os criciumenses lançaram o EP “Abril” contendo canções como a homônima “Abril”, “Pai”, “Leva Eu”, “O Que Ela Quer”, “Na Estrada” e “Caçambeira”. O quarteto é formado por Tadeu Silvestri (Vocal/Guitarra), Junis Laureano (Guitarra/Vocal), Felipe Resmini (Baixo) e Gilson Naspolini (Bateria).



O Ska também estará presente no evento, e nada mais justo que a Skatula exibi-lo. O grupo foi criado em 2014 na cidade de Criciúma inspirados por bandas como Mad Caddies, Streetlight Manifesto e Reel Big Fish, além de outras referências. A banda é formada por Gillian Zampoli Nazario (Vocal), Luis (Baterista), Deivid Limas (Trompete), Miguel (Guitarra), Felipe Nazario (Trombone), Julio (Baixo) e Bruno (Guitarra).




Portanto preparem-se para o evento e antecipem sua compra dos ingressos. Os mesmos estão disponíveis por 20 golpes, e no local por 25. Vá, apoie a cena, valorize o autoral e os grupos da região. Para a cena acontecer, é preciso que todos trabalhem mutuamente para o fortalecimento do underground. 

Imperador Belial: Banda assina com a Sangue Frio Produções



 Considerado um dos principais nomes do Black Metal brasileiro, a banda carioca IMPERADOR BELIAL acaba de anunciar mais uma novidade.

 Trata-se da parceria firmada com a SANGUE FRIO PRODUÇÕES, para que esta cuide dos assuntos relacionados à assessoria de imprensa, marketing, divulgação em massa, relações-públicas, venda de shows, manutenção de agenda e suporte em futuros lançamentos físicos e digitais.

Saiba mais acessando: [../../artistas/ImperadorBelial/51]http://www.sanguefrioproducoes.com/artistas/ImperadorBelial/51


 IMPERADOR BELIAL foi formada em 1998 com o intuito de executar Black Metal de forma crua, ríspida e agressiva em honra ao antigo culto, como era feito pelos reais maníacos em seus gloriosos dias, fugindo das tendências da época.

 Evocando influências de bandas como Venom, Sarcófago, Bathory, Vulcano, Celtic Frost, Black Sabbath, e Bulldozer, o grupo busca dar continuidade a essa sonoridade que caracteriza o verdadeiro Metal Negro, porém mantendo sua integridade musical e lírica.

 Atualmente a banda se prepara para a sua primeira turnê europeia, a "Blood On The Altar Tour", que terá 7 datas passando por Berlim (DE), Hamburgo (DE), Londres (UK), Parma (IT), The Hague (NL), Helmond (NL) e Amriswil (SW) e segue gravando o seu segundo full Lenght que será lançado em 2018.

Contato para shows e assessoria: [../../contato]www.sanguefrioproducoes.com/contato
Sites relacionados:


Fonte: Sangue Frio Produções

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Talvez Sereno – "Ficha" (2017)

No dia 12 de julho, os criciumenses do Talvez Sereno divulgaram o novo single denominado “Ficha” no YouTube.


A canção traz resquícios mais lentos influenciada por Indie e HC Melódico, o instrumental cadenciado alterna em diversos momentos da música. A letra exibe um sentimento nostálgico, donde personifica questões comportamentais.
O single foi gravado, mixado e masterizado nos Estúdios Meteroro e Void em Criciúma por Lucas Rosso.

Em 2016 os músicos lançaram o “Vol I” o qual contou com quatro faixas, “Dupla”, “Aufklärung”, “2015” e “Grão de Areia”. Esse trabalho foi marcado por uma pegada marcante de Hardcore Melódico e de músicas com temáticas existenciais.



A banda é composta por;
Eduardo Sandrini (Vocal/Guitarra)
Marcello Mendes (Guitarra/Vocal)
Herick Felizardo (Baixo)
Eduardo Nunes (Bateria)

Plataformas Virtuais:






Peso e experimentos em novo álbum do Red Mess

Matéria cedida por Erick Tedesco da Abraxas Produtora



 Abraxas lança "Into the Mess" e escala trio de Londrina para excursionar com o Stoned Jesus em agosto



O Red Mess apresenta entrosamento e amadurecimento nas nove músicas de “Into the Mess”, álbum que o selo da Abraxas lança nesta sexta-feira nas principais plataformas de streaming. A massa sonora de grooves e riffs servem ao ouvinte uma viagem lisérgica com categoria, o que o próprio trio paranaense chama de “fritação quântica”. Ouça e comprove: https://onerpm.lnk.to/IntoTheMess.

 “Into the Mess” é uma onda de impactos, com uma visceral arte gráfica na capa do disco e composições que incremental o usual stoner rock progressivo com técnica apurada. Invés de malabarismo com os instrumentos, eles detonam no feeling, com peso em pitadas moderadas entre quebradeiras e experimentos.   

 “O resultado acabou sendo essa mistura bagunçada de stoner rock progressivo altamente apimentado. A ideia de composição desses sons sempre foi a de colocar nas músicas o que vem à cabeça. Trazer a ideia dos três, influências e mandar bala”, conta o baterista Douglas Labigalini. Completam a banda  Thiago Franzim (guitarra e voz), Lucas Klepa (baixo e voz).

 Assim como o single “Over the Mountain”, lançado pela Abraxas em junho, as outras canções de “Into the Mess” têm o lastro de qualidade da produção no Infrasound Records, em Florianópolis, sob os cuidados do competente duo Munõz. 

 O esforço agora é para também lançar “Into the Mess” fisicamente, em CD. Enquanto isso, o Red Mess se prepara para embarcar como banda convidada pela Abraxas na turnê brasileira dos ucranianos do Stoned Jesus. São quatro datas em conjunto: Rio de Janeiro (17/08), Belo Horizonte (18/08), São Paulo (19/08) e em Goiânia, dia 20, dentro do importante festival de música alternativa do Brasil, o 23º Goiânia Noise Festival.


Fonte: Abraxas Produtora

Postagens mais antigas → Página inicial