domingo, 20 de agosto de 2017

Xakol: Grupo florianopolitano nos concede uma grande entrevista

1   


0      01-    Histórico da banda. (ano de surgimento, intuito, cidade e primeira formação)
A história da banda se mistura com a minha história de vida. Nasci em 1985 na cidade de Caçador - SC. Aos 13 anos eu criei o pseudônimo “Xakol” para usar como nickname na internet e com o qual também assinava minhas composições musicais, feitas como forma de expressão artística pessoal. Em 2002 me mudei para Florianópolis e participei de algumas bandas daqui, mas acabei me desiludindo com a música e me afastando dela por um longo período. Em 2015, para comemorar meu aniversário de 30 anos, decidi convidar uns amigos para fazer um show tocando algumas das minhas músicas. Meus amigos de mais de uma década, o guitarrista Rafael Azevedo e o tecladista Daniel Schlemper foram os primeiros que recrutei e continuam no projeto até hoje. Completaram a formação do primeiro show o baterista Thiago Diniz, da banda Shadow of Sadness, e o baixista Vinicius Ferreira. Com o tempo a coisa foi ficando séria, entraram na banda o baterista Gil Lima, o baixista Thiago Moser e o guitarrista André Freitas, estabilizando a formação atual, que tem mantido uma rotina de shows regulares.

2      02-    O porquê do nome Xakol.
Eu quis fugir dos clichês de nomes em inglês e busquei criar uma identidade única com uma palavra que não existisse. A letra X veio da junção das letras S e C, minhas iniciais. A, O e L são letras que aparecem tanto no meu nome quanto no meu sobrenome. K foi escolhida por uma questão estética.

3      03-    Influências musicais.
Power Metal e Prog Metal do final da década de 90 e início dos anos 2000. As principais bandas de referência são Angra, Symphony X, Stratovarius, Dream Theater, Sonata Arctica, Pain of Salvation, DragonForce, entre outras, mas também há influências de outros estilos como Punk Rock, músicas de videogame e até músicas atonais compostas via algoritmos matemáticos.

4      04-    Temáticas das letras.
É possível dividir as letras das músicas em 3 conceitos:  experiências de vida e lutas pessoais; problemas do mundo e da sociedade; ou simplesmente zoeira mesmo, como é o caso da música “Metal for Demons”, que acabamos de lançar e que tem a participação do Detonator, vocalista da banda Massacration. Há também eventualmente uma mistura, de forma de que uma letra que pareça ser séria e dentro dos padrões comuns das temáticas do heavy metal, seja na verdade uma descrição caricata de eventos ordinários do cotidiano, ou mesmo uma zoeira codificada secretamente através de duplo sentido, falsas metáforas ou mesmo em elementos mais complexos do texto.

5      05-    Materiais lançados (número de faixas, nome das mesmas, gravação e intitulação dos álbuns)
                     Rise of a New Sun (single)
1.    Rise of a New Sun, Part 2: Sunrise
2.    Rise of a New Sun (full version)
3.    Rise of a New Sun Prelude
4.    Rise of a New Sun, Part 1: Sunset



                 Metal for Demons (single)
1.    Metal for Demons (feat. Detonator)

6      06-    Videoclipes.
Metal for Demons (lyric video):



7      07-    Novos Projetos.
Estamos com a gravação de material para dois álbuns em andamento. Um deles está sendo produzido pelo Edu Falaschi, ex-vocalista do Angra e tem previsão de lançamento para 2018. Além disso, nossa música "Rise of a New Sun, Part 2" estará em 3 coletâneas internacionais que serão distribuídas na Europa, EUA e Ásia nos próximos meses.

8      08-    Agenda.
·         23/08 - General Lee, Florianópolis - SC
·         07/10 - 2º Frai'n Hell Rock Festival, Lages - SC
      14/10 - XI Fear Fest, Nova Trento - SC

9      09-    Principais festivais e eventos que tocaram.
·         Organizamos e tocamos em 3 edições do evento Rocking Birthday em Florianópolis
·         Organizamos e tocamos no evento Prog Power Night, Porto Belo - SC
·         Festa do Município de Caçador - SC
·         Red River Metal Punk, Florianópolis - SC

1      10- Formação atual
Saulo Castilho – vocal
Rafael Azevedo - guitarra
André Freitas - guitarra
Gil Lima - bateria
Daniel Schlemper - teclado
Thiago Moser - baixo

1      11- Um recado para a galera.
Acreditem em vocês mesmos, lutem pelo que é importante para vocês, busquem fazer o que vocês realmente amam e vivam intensamente a felicidade de cada momento. E não se esqueçam de apoiar o cenário do Metal autoral que já sofre muito preconceito em um país dominado por funk, pagode e sertanejo, e ainda assim, dentro do pequeno grupo das pessoas que gostam de metal, ainda existe segregação. Precisamos nos unir para manter o metal vivo!

1     12- Plataformas virtuais.
Site Oficial: www.xakol.sc

Spotify: spotify.xakol.com

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário